Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

A verdade...

07.07.20

unnamed.jpg

A verdade é que sou uma romântica incurável.. 

 

É verdade, muitas das vezes mal visto numa sociedade que deixou de acreditar no amor, no amor verdadeiro e desinteressado, mas eu continuo acreditar em amores de duram uma vida, em amores que vão além da simples explicação biológica da atracção, acredito em amores para sempre, daqueles que nunca morrem. 

 

Amores que vencem batalhas, amores que mudam com o tempo, amores pelos quais vale a pena lutar, amores de pessoas imperfeitas que apesar das dificuldades se recusam a desistir, a desistir de viver o amor, aquele sentimento que nos torna completas, que nos faz sorrir e chorar ao mesmo tempo, o sentimento que faz encher o peito de alegria e de emoção.

 

 Sendo eu uma romântica adoro histórias de amor, adoro livros românticos, aliás o meu livro preferido é sobre o clássico do Romeu e Julieta, chama-se Julieta de Anne Fortier e pelo incrível que pareça ele encontrou-me a mim.

 

Talvez digam que moro num mundo cor de rosa, talvez digam que o amor romântico foi inventado por Hollywood para iludir as mulheres, talvez.... Mas prefiro viver num mundo em que esse amor existe, e quero esse amor para mim, um amor para a vida toda...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.