Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

Dobby foi ao Cabeleireiro

31.07.20

Eu sei que pode parecer estranho uma mulher adulta ter um animal que é muitas vezes recomendado para crianças (erradamente), muito mais estranho deve ser levá-lo ao cabeleileiro, mas a verdade é que isso são ideias préconcebidas.

Os porquinhos também vão ao cabeleireiro tal e qual como os cães, tomam banho, cortam o pêlo e as unhas. Eu gosto de levar o Dobby nesta altura, aproveito para cortarem o pêlo maior para ele ficar mais fresquinho e lá retiram todo o pêlo morto que fica agarrado ao tecido do cercado.

E assim, fiz lá fui eu com o Dobby na transportadora para o cabeleireiro, chego lá e a Sra está á conversa com um Sr que trás pela mão um cão Golden Retriever lindíssimo, que presumo deve ter tomado o seu banho antes do meu Dobby. Ao entregar a transportadora à cabeleireira o Sr vira-se para mim e questiona " O que é que tem aí?" e eu automaticamente respondi que era um porquinho-da-índia. O Sr olha para mim com cara de espanto e responde "Ah mas eles também tomam banho? Pensava que era como os gatos."  a sra do cabeleireiro responde logo "Sim tomam pois, até há alguns gatos que tomam banho." O Sr continua a conversa "Que engraçado quando era pequeno tinha estes animais nas gaiolas das galinhas na quinta, não imaginava que eram animais de estimação e muito menos que tomassem banho."

 

Como a conversa estava a ficar desconfortável a Sra do cabeleireiro apressou-se a despedir-se do Sr o que resultou na sua ida. Há tantos animais que se tornaram animais de companhia embora inicialmente não fossem, nomeadamente os cães que foram domesticados, não sei o porquê de tanta admiração com o porquinho-da-índia ser animal de estimação e ir tomar banho. Talvez não seja um animal de estimação comum, ok não é, mas se calhar por desconhecimento porque estes animais conhecem os donos, são inteligentes e transmitem carinho tal como qualquer outro.

 

Cá está o meu pequeno depois de um banhinho e todo cheiroso...

 

20200715_152445.jpg

 

Bom fim-de-semana 

1 comentário

Comentar post