Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

Quando o corpo decide fazer confinamento total...

18.11.20

il_794xN.2521682541_drdp.jpg

 

Pois é para além de não poder ir a lado nenhum no domingo (provavelmente também não iria se fosse possível mas continuando 😅) o meu corpo decidiu que não iria era sair da cama.

 

No domingo de manhã acordei com um cansaço extremo e cheia de dores, ainda fiz um esforço para me levantar, quando digo levantar foi mais arrastar-me da cama para o sofá. A estratégia não resultou por muito tempo e em menos de nada estava de volta à cama porque já não aguentava as dores, sabem aquelas dores no corpo todo que já nem sabem o que dói e um cansaço extremo que custa só de abrir os olhos? Espero que não saibam, espero que nunca venham a saber porque não é uma boa sensação. Enfim dia de ficar na cama a descansar,  de tarde fui me sentindo melhor e lá consegui ver uns filmes na tv. Dia de cama é assim mesmo, o corpo decide e tem vida própria independente de mim...

 

Muitas vezes ao longo dos anos me fui questionando o porquê.  Será que tinha feito alguma asneira? Será que é do tempo? Será do esforço? Já me questionei muitas vezes, sobre diferentes ângulos e uma coisa posso garantir ele tem vontade própria, quando decide não se vai levantar não adianta é tentar fazer o melhor de cada dia e hoje é um dia melhor 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.