Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

(d)Eficiente Dona de Casa

Quando se tem uma doença degenerativa não é o fim do mundo. Aprendemos a adaptar o nosso mundo para funcionarmos. Venho dar dicas úteis para quem tem as mesmas dificuldades. Esta sou eu e o meu dia-a-dia.

Um país do faz de conta...

16.04.20

No nosso pais há coisas que não faz muito sentido, vejamos....

 

Aprovamos uma lei para prender pessoas que estejam contaminadas pelo vírus e que se recusam a fazer a quarentena fechados em casa. Isso está certíssimo, mas por causa do contágio e das condições que as prisões oferecem, estas são consideradas de grande risco de contágio o que fez com fosse decidido a libertação de alguns presos. Portanto, não os podemos mandar prender, pelo risco de contágio, o que lhes fazer?

 

Poderíamos colocar-lhe uma multa? Poder podíamos, mas será que essas pessoas tinham capacidade para as pagar? Ou faziam como tantas outras que com falta de rendimentos o Estado não tem onde as cobrar? Sem dúvida que gastávamos tempo e dinheiro a tentar cobrar um dinheiro que as pessoas muitas das vezes não têm ou fingem não ter...

 

E então que fazer a essa gente que apesar de contaminadas, com o conhecimento desse mesmo contágio continua a sair e a contaminar pessoas que podem não conseguir sobreviver? Eu sabia o que lhes fazia, mas num país de faz de conta, vamos continuar a não lhes fazer NADA...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.